11.28.2014

Evangelho 2o espiritismo. A 10 Leis Divinas.

As 10 leis Divinas no Evagelho segundo o Espiritismo:
A lei de Deus está formulada nos seguintes dez mandamentos:
1. Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da
casa da servidão. Não terás outros deuses estrangeiros diante de
mim. Não farás imagem talhada, nem figura nenhuma de tudo o
que está no Céu e na Terra, nem de tudo o que está nas águas e
debaixo da terra. Não os adorarás, nem lhes renderás cultos
soberanos.
2. Não tomarás em vão o nome do Senhor, teu Deus.
3. Lembra-te de santificar o dia de sábado.
4. Honra a teu pai e à tua mãe, a fim de viveres muito tempo na
Terra que o Senhor teu Deus te dará.
5. Não matarás.
6. Não cometerás adultério.
7. Não roubarás.
8. Não prestarás falso testemunho contra o teu próximo.
9. Não desejarás a mulher de teu próximo.
10. Não desejarás a casa de teu próximo, nem seu servo, ou serva,
nem seu boi, seu asno, ou qualquer outra coisa que lhe pertença.
Esta é a lei de todos os tempos e de todos os países e que, por isso
mesmo, tem um caráter divino. Todas as outras são leis estabelecidas
por Moisés, que se via obrigado a conter pelo temor um povo naturalmente
turbulento e indisciplinado, no qual tinha de combater os abusos e os
preconceitos enraizados adquiridos durante a época da escravidão no
Egito. Para dar autoridade às suas leis, ele atribuiu-lhes origem divina,
assim como o fizeram todos os legisladores dos povos primitivos: a
autoridade do homem precisava se apoiar sobre a autoridade de Deus.
Mas apenas a idéia de um Deus terrível podia impressionar homens
ignorantes, nos quais o sentido moral e o sentimento de uma delicada
justiça ainda estavam pouco desenvolvidos. É evidente que aquele que
tinha incluído entre os seus mandamentos: Não matarás; não farás mal a
teu próximo, não poderia se contradizer fazendo do extermínio um dever.
As leis mosaicas, propriamente ditas, tinham, portanto, um caráter
essencialmente transitório.
Jesus:
3 Jesus não veio destruir a lei, isto é, a lei de Deus. Ele veio cumprila,
ou seja, desenvolvê-la, dar-lhe seu sentido verdadeiro e apropriá-la
ao grau de adiantamento dos homens. É por isso que encontramos
nessa lei os princípios dos deveres para com Deus e para com o próximo,
que constituem a base de sua doutrina. Quanto às leis de Moisés
propriamente ditas, Jesus, ao contrário, modificou-as profundamente,
tanto no conteúdo quanto na forma. Combateu constantemente os
abusos das práticas exteriores e as falsas interpretações, e não lhes
podia ter dado uma reforma mais radical do que reduzindo-as a estas
palavras: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si
mesmo, e acrescentando: Está aí toda a lei e os profetas.
Por estas palavras, O Céu e a Terra não passarão antes que tudo
seja cumprido até o último jota, Jesus quis dizer que era preciso que
a lei de Deus fosse cumprida, ou seja, fosse praticada na Terra, em
toda sua pureza, com todos os seus desenvolvimentos e todas as
suas conseqüências; pois de que serviria estabelecer essa lei, se fosse
para o privilégio de alguns homens, ou mesmo de um único povo?
Sendo todos os homens filhos de Deus, são todos, sem distinção,
objeto da mesma dedicação.
4 Mas o papel de Jesus não foi simplesmente o de um legislador
moralista, apenas com a autoridade de sua palavra. Ele veio cumprir
as profecias que tinham anunciado sua vinda. Sua autoridade vinha
da natureza excepcional de seu Espírito e de sua missão divina. Ele
veio ensinar aos homens que a verdadeira vida não está na Terra, mas
no reino dos Céus; ensinar-lhes o caminho que os conduz até lá, os
meios de se reconciliarem com Deus e de preveni-los sobre a marchadas coisas que hão de vir, para o cumprimento dos destinos humanos.
Entretanto, Jesus não podia dizer tudo e, em relação a muitos pontos,
conforme Ele mesmo disse, limitou-se a lançar os germens das
verdades que não podiam ainda ser compreendidas. Ao falar de tudo,
o fez em termos às vezes mais, às vezes menos claros. Para
compreender o sentido oculto dessas palavras, seria preciso que novas
idéias e novos conhecimentos viessem nos dar a chave, e essas idéias
não poderiam vir antes que o Espírito humano adquirisse um certo
grau de maturidade. A Ciência deveria contribuir decididamente para
que essas idéias viessem à luz e se desenvolvessem. Seria, portanto,
preciso dar à Ciência o tempo de progredir.
A maxima que o Espiritismo ensina:
Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si
mesmo!

10.02.2014

Aconteceu ontem!!!

Ontem aconteceu algo incrivel!!! Estava de onibus indo ao Grupo Espirita Batuira. E estava conversando em pensamentos com um desencarnado que me acompanhou até o centro e discutiamos de como iriamos psicografar. que terça passada, estavamos conversando esse desencarnado e eu sobre disciplina. E ontem falei que era esse assunto que iria abordar e pedi para ele fazer um resumo da nossa conversa e me dtasse depois da palestra. O assunto já desenvolvemos na terça e só falta me falar o resumo. Ele disse para eu escrever e disseque não, que não queria que parecesse mediunismo - Livro dos Médiuns - e era pra desenvolvermos o assunto juntos. Ele disse que iria chamar um outro desencarnado que não era saudavel um espirito monopolizar um medium. Concordei mas preferi que fosse ele pq já tinhamos um assunto e sabiamos o que um pensava e sabiamos o pensamento do outro. e disse que tinha 10 minutos para ele desenvolver e me entregar o texto via pensamento. Pois a palestra acabaria e tem normalmente 5 mediuns de psicofonia e cada comunicação de fala demora de dois a três minutos. E Nós teriamos 10 minutos para organizar as idéias, colocar no papel e assinar, daria tempo certo de todos os médiuns de psicofonia falarem. Daí ele falou a mesma coisa que a orientadora falou: conteúdo tem que vir dos dois - do médium e do espirito para a psicografia acontecer, o medium tem que ter algum conteúdo. Que não seria mediunismo pq eu teria algum conteúdo junto com o conteúdo do espirito. Falei ok. Falei lembra do Emmanuel com Chico Xavier, os dois eram da época de Jesus e os dois tinham conteúdo em comum. O Emmanuel e o Chico por exemplo para a psicografia acontecer do livro Há 2000 anos, estavam numa salinha mostrando videos e fotos da época, o Emmanuel contando toda a historia para o Chico e o Chico organizando a história e as falas. Falei quero parceria e não mediunismo. Daí interrompeu um outro Espírito. Apenas veio em mente apenas o nome: Luis. Depois uma fala: cabeça, tombo, 1930. Chueguei ao centro e pergunta à uma recpcionisma. O nome Luis lembra vc em alguma coisa? Ela respondeu: meu tio desencarnou. Veio um segundo nome: Luis Alburquerque. Nào é ele, opinou ela. a data de 1930 lhe diz algo? Não respondeu ela. Não é ele. Falou com firmeza. Meu tio morreu recentemente. Do que? Perguntei? Do coração. O Luis que tenjo em mente morreu da cabeça, um tombo, algo assim. Daí Falou: faz uma vibração para ele. daí veio um fleche de luz na minha mente, sempre psicando. falei: ele pparece um farol ambulante, um espirito evoluido.  Ela falou: Não faz mal, vai receber as vibrações do mesmo jeito.  Daí sentei e como um fleche apareceu na minha mente rapidamente, branco, ele de camiseta azul bem clarinha, alhos castanhos, cabelos curtos, fazia um carinho em mim no meu rosto especificamente. Coloquei meu nome na orientação. Coloquei nome dele completo: Luis Alburquerque Lima.  Demorou. Fui atendida, quando estava decendo veio o país dele: Portugal. Morreu numa cidade de vinhos, onde se faz vinhos. Desci com Papel anotadinho. Menos o país dele. Chueguei na sala de orientação. Nos cumprimenamos alegres. Perguntou se estava bem, respondi que sim, e falou que fazia muito bem em ver coisas novas e desgrudar da Beth. Rimos. Ela perguntou: qual era o problema. Respondi nenhum e mostrei o papel. Perguntei o que isso queria dizer e lhe diçertei tudo que escrevi lá em cima. Ela disse que pode ser um espirito amigo que pode estar me preparando para uma psicografia. E ele é amigo de meu mentor espiritual. E perguntei: meu amigo também? Ela disse: sim. De vidas passadas? Ela disse sim. Vocês três de vidas passadas, por que não? Ele veio para orientá-la e desbloquear a sua mediunidade para psicografar sem probelmas. Essas duvidas que você tem, se é vc ou não é um bloqueio mediunico. Ele está aqui para desbloquear. Ele sabe que agora vc está se discipliando cada vez mais. acredite nele e deixa sua mediunidade desvloquear. Senão vc fica bloqueando, e~duvidando de si mesma, seu desenvolvimento dediunico não vai para frente. Venha de 4afs, faça rabiscos, aproximadamente daqui 2 meses, pode ser mais ou menos, vc estará psicografando certinho. ela olhou para data e falou: essa data é do desencarne dele. respondi: eu sei disso. Ele é de Portugal. Coversa muda de assunto e nos dispedimos alegres. Fui embora renovada.